ABCCC - Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos

ūüí¨ Palavra da Diretoria: Camilla Menezes, VP de Comunica√ß√£o e Rela√ß√Ķes Comerciais

18 DE MAIO DE 2022 - ATUALIZADA EM 19 DE MAIO DE 2022 | Redator: Redação ABCCC

Quem está por trás dos conteúdos que você consome no site, Instagram, Facebook ou YouTube da ABCCC? Além de uma equipe de Comunicação que coloca tudo isso em prática, a Associação tem no seu quadro executivo alguém que olha especialmente para as relações da Casa com o público externo: nossa Vice-Presidente de Comunicação e Relações Comerciais, Camilla Menezes. Integrante da Diretoria da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos desde 2020, Camilla é a segunda entrevistada da série Palavra da Diretoria

Formada em Jornalismo pela PUCRS, mestre em Jornalismo Internacional pela City University de Londres e com especializações em Gestão de Imagem e Comunicação Estratégica, além de Estratégias de Marketing e Transformação Digital, Camilla ingressou no ramo agro em 2012, como assessora de comunicação de cabanhas e marcas ligadas à raça Crioula. Mais tarde, passou a administrar junto a seu pai a sua própria criação de Cavalos Crioulos, sob o afixo Quatro Linhas, em Guaíba/RS. Sendo parte da Diretoria da ABCCC pela primeira vez nesta gestão, Camilla Menezes iniciou sua relação com a Associação nos “bastidores”, trabalhando junto ao quadro funcional da Casa de 2016 a 2019, quando coordenou o setor de Comunicação e Marketing e atuou, também, na coordenadoria de Relações Institucionais. Na entrevista a seguir, saiba mais sobre a performance da área de Comunicação e Relações Comerciais da Casa e descubra algumas novidades do setor para o ano em que se comemora o 90º aniversário da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos!

#1 Conte-nos um motivo de orgulho neste período à frente da Vice-Presidência de Comunicação e Relações Comerciais da Associação:

É motivo de orgulho formar uma equipe de Comunicação 100% ABCCC, capaz de levar ao criador a maior quantidade de informações em tempo real, durante nossas provas ou no dia a dia da Casa. Fazemos transmissões 100% nossas com qualidade de televisão, apresentadora e comentaristas qualificados, com agilidade e, ao mesmo tempo, com todos os bastidores em nossas redes (Instagram, Facebook e TikTok). Somente no ciclo passado, foram mais de 500 horas de provas transmitidas na íntegra (todos os dias, desde a primeira etapa até a premiação), com essa qualidade de televisão, ao vivo, e que também ficaram salvas no Canal do Cavalo Crioulo para que o nosso público pudesse rever e assistir quantas vezes quisesse.

#2 De que maneira o estabelecimento de parcerias contribui para a raça Crioula?

São essenciais, porque são as parcerias que nos permitem ter essa estrutura cada vez melhor e com mais opções ao nosso associado e aos demais criadores. 

#3 Que importância tem a Comunicação para o fomento da raça Crioula? Como a Associação vem utilizando a Comunicação em prol da raça e que resultados tem obtido? 

Pela disseminação da informação e pela forma como apresentamos o nosso cavalo para o mundo. E também pela maneira que envolvemos e engajamos nossos criadores através das mídias sociais, para que eles sempre fiquem atentos ao que está acontecendo e possam nos acompanhar, independente de estarem no local do evento ou não. 

#4 Cite uma ação de comunicação da Entidade que mereça destaque: 

Destaco a digitalização dos nossos anuários e dos nossos conteúdos históricos. Até hoje, tínhamos muita dificuldade de acessar informações históricas da Raça Crioula. Tudo estava no papel e algumas coisas nem estavam na Casa. Penso que isso era uma urgência não apenas para nós que trabalhamos com isso, como também para o nosso criador que também tivesse a necessidade ou a curiosidade de acessar essas informações. Começamos com os anuários e revistas, cuja primeira leva vamos lançar agora em junho, e a nossa meta é concluir a gestão com os documentos históricos. E ainda tem muito mais por vir. O desejo da nossa diretoria é que o nosso criador possa acessar uma área de museu digital com uma linha do tempo para buscar por ano ou até mesmo imagens históricas e tudo que ele tenha curiosidade de saber ou rever. A ideia é que ele possa ter acesso direto, apenas entrando no nosso site, seja pelo seu celular ou pelo seu computador. Vai estar aberto e acessível a todos. 

#5 Dedicar-se ao Cavalo Crioulo rende muitos momentos emocionantes aos usuários, criadores e demais apaixonados pela raça. Cite um momento emocionante que você viveu com a raça neste período integrando a Diretoria da ABCCC:

Como criadora e como alguém que também trabalhou com a ABCCC direto nos últimos 6 anos, eu vivi momentos que nunca mais vou esquecer. Como diretora, para mim significou muito a reabertura das provas e a volta do público nos nossos eventos, pós-Covid. Creio que a nossa equipe fez um trabalho incrível na manutenção das provas e na cobertura completa para que todos que estavam em casa durante a quarentena pudessem seguir nos acompanhando, sem perder nenhum detalhe. 

Mas significa muito para mim ver as pessoas de volta aos eventos, abraçando os amigos, trazendo seus filhos, alegres, com calor humano. Nós somos uma Associação de Criadores, então ela é feita para pessoas. São as pessoas que movem a nossa raça. 

#6 Fale sobre alguma novidade que a Associação está lançando nos âmbitos de Comunicação e Relações Comerciais neste ano de aniversário:

Uma novidade que estamos lançando é a websérie “ABCCC, nossa História”, que serão episódios com encontros ao vivo, transmitidos pelos nossos canais, em que vamos reunir várias figuras ilustres e que foram essenciais para nossa história. Esses encontros vão acontecer em cidades diferentes, contando a história, relembrando causos e registrando depoimentos que muitas vezes não temos por escrito, mas que sem dúvida, fazem parte fundamental desses nossos 90 anos. 

#7 Olhando retrospectivamente para o tempo que passou nesta gestão, que projeção se pode fazer sobre o futuro da raça daqui em diante?

Teremos um fórum de discussão da nossa Raça daqui a algumas semanas, em que uma pesquisa de mercado que contratamos será apresentada e onde poderemos apresentar ao nosso associado também como a Casa funciona hoje e como o trabalho está sendo feito até aqui. Então, associados e criadores serão convidados a sentar com a gente nesse grande Fórum para que juntos possamos fazer essa avaliação da Raça e debater como queremos que ela seja daqui para frente. Para mim, vai ser um momento desses que marcam a história da Associação, pois de uma maneira democrática e participativa, poderemos expor avaliações e opiniões diferentes para que assim possamos avançar melhor juntos.

Gostou de ler a Palavra da Diretoria? Mês que vem, tem mais! Na terceira edição, a conversa é com o Vice-Presidente de Núcleos e Expansão da Associação, Fellipe Ribas Boratto. A entrevista sai no dia 15 de junho, aqui no site da ABCCC. Não deixe de ler!